Como Planejar uma Viagem (2 de 3) – Documentação

95

A documentação é um dos pontos mais importante, se você não estiver com a documentação certa, a sua viagem não acontecerá.

Artigo anterior Como Planejar uma Viagem (1 de 3) – Planejamento Financeiro, Barreira Cultural, Orçamento, Destino“. Se você ainda não leu, não deixe de ler.

Como Planejar uma Viagem (2 de 3) - Documentação
Como Planejar uma Viagem (2 de 3) – Documentação (Foto: Magic Blue Turismo)

Como Planejar uma Viagem – Documentação

Normalmente a documentação de viagem têm custos e alguns são processos bem burocráticos e bem demorados. Por exemplo tirar um passaporte e um visto, Especialmente um visto para os Estados Unidos.

Nas viagens regionais e nacionais você só irá precisar do seu RG ou de um documento oficial. Esses documentos podem ser a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) ou o passaporte.

Para países do Mercosul é possível viajar com o RG ou com o passaporte. Mas é aconselhável ter um RG com a data de expedição com no máximo de 10 anos.

Para outros países é necessário o passaporte, preste atenção na validade. Alguns países exigem uma validade mínima e outros somente o período em que você vai estar no país.

Visto

Um ponto muito importante é o visto, cada país tem sua regra. Inclusive se você for para um país em que você necessita fazer uma conexão em outro país. Verifique se nesse país da conexão é exigido o visto.

Os vistos normalmente são pagos e existem várias categorias. Visto para turista, visto de trabalho, visto de residência e visto de estudante são alguns exemplos de tipos de vistos.

Para os países do Mercosul e os da União Europeia, não é exigido visto de turismo para os brasileiros. Mas verifique sempre a regra de cada lugar.

Um visto não te dá a garantia de entrada no país, você vai passar por um processo de imigração. E nesse processo um agente federal do país pode lhe perguntar detalhes da viagem. Ele vai querer saber a quantidade de dias da sua permanência e o objetivo de sua viagem.

Se ele não desconfiar da sua entrada, ele irá carimbar o seu passaporte permitindo a sua entrada no país. O período de permanência é variável podendo ser dias ou meses.

Mas se ele desconfiar de você, ele pode negar a sua entrada e você poderá ser deportado para o Brasil.

Certificado de Vacinação

Verifique se o destino para onde você vai exige o certificado nacional ou internacional de vacinação. O certificado deverá ter as vacinas exigidas no país, inclusive para escalas em aeroportos.

Documentação para as crianças

Levando criança? Veja algumas informações que peguei no site www.brasil.gov.br. Além das regras até aqui citada da documentação:

http://www.brasil.gov.br/turismo/2012/04/para-viajarem-sozinhos-menores-de-idade-precisam-de-autorizacao

“Menores de idade podem viajar sozinhos ou desacompanhados de um dos pais ou responsáveis. Para isso, é preciso reunir e apresentar, na hora do embarque ou do ckeck in, a documentação e autorizações necessárias.

Para viagens nacionais é obrigatória a apresentação de autorização de viagem para crianças menores de 12 anos que estejam desacompanhadas dos pais ou responsáveis. Ela é dispensável quando a criança estiver acompanhada por irmãos, avós e tios maiores de idade, desde que o parentesco seja comprovado com a certidão de nascimento.

Crianças de 2 a 11 anos que viajam desacompanhadas precisam de autorização da Vara da Infância e da Juventude. Menores de idade entre 12 a 18 anos incompletos precisam apenas apresentar documento legal de identificação (como carteira de identidade) que comprove a idade.

Em viagens internacionais, menores precisam de autorização dos pais ou responsáveis para viajarem sozinhos. O Sistema Nacional de Passaportes (SINPA) permite que novos passaportes sejam confeccionados com a autorização impressa na página de identificação do documento.

Caso o passaporte não contenha o campo de permissão, é necessária apresentação de autorização reconhecida em cartório para deixar o Brasil.

Uma cópia deste modelo pode ser obtida no Manual relativo a viagens de menores brasileiros ao exterior, da Polícia Federal. O manual orienta pais e responsáveis sobre os procedimentos necessários para obter documentos e expedir de autorizações. O material deve ser apresentado às autoridades nos postos que fiscalizam entrada e saída de pessoas do Brasil.

A autorização judicial para que crianças e adolescentes nascidos no Brasil viagem ao exterior é dispensável quando eles estiverem na companhia dos pais ou na companhia de apenas um deles, desde que exista autorização do outro com firma reconhecida (ou assinatura de autoridade consular concedida no momento da autorização, que é válida por dois anos em caso de omissão do prazo de validade).

O mesmo caso vale para quando o menor de idade se deslocar para fora do País em companhia de terceiros: é obrigatória a permissão dos pais. No caso de morte de um ou ambos, é necessário apresentar o atestado de óbito. Essa situação exige autorização de um tutor judicialmente nomeado. ”

Veja a continuidade desse Artigo em:

Como Planejar uma Viagem (1 de 3) – Planejamento Financeiro, Barreira Cultural, Orçamento, Destino

Como Planejar uma Viagem (3 de 3) – Período, Pacotes turístico, Roteiro, Hospedagem, Passagens

COMPARTILHAR

Deixe o seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here